15 dias ago

Como fazer um TCC - Trabalho de conclusão de curso - Temas de TCC

Se você ta perdido e com muitas dúvidas e não imagina como fazer um TCC e a sua monografia, esse post é perfeito para você

Acesse agora: http://back.ly/odnSu

image

Por favor, faça o login para curtir, admirar, compartilhar e comentar !
27 dias ago

Concursos públicos: Veja dicas de como se organizar nos estudos

Planejamento de estudos, maximização e gestão emocional: confira dicas de como se preparar para os concursos públicos e alcançar bons resultados

Mesmo com as diversas polêmicas que os cercam, os concursos públicos continuam sendo opções viáveis para profissionais de diferentes áreas que almejam estabilidade financeira no mercado de trabalho. Porém, quando o assunto é a preparação para esses processos seletivos, conciliar a rotina com os estudos pode ser um obstáculo para a aprovação.

Com isso, o especialista em aprendizagem acelerada e criador do curso online Estratégias de Aprovação, que ensina técnicas para a aprovação em concursos e provas, Victor Ribeiro, listou algumas dicas para aqueles que vão prestar concursos públicos se organizarem e alcançarem bons resultados.

Defina a sua carreira.

O especialista explica que para começar a estudar é necessário ter bem definida a carreira que o candidato deseja seguir. Assim, fica muito mais fácil se planejar por meio das exigências dos respectivos editais ou antes mesmo da divulgação dos mesmos. Com o grande leque de possibilidades, a escolha pode demandar tempo.

“Quando você define qual carreira quer seguir no concurso público, é mais fácil se preparar com antecedência e obter o resultado esperado. Por exemplo, se você decidiu seguir a carreira jurídica, irá se especializar nas disciplinas que essa profissão exige e poderá fazer qualquer concurso da área, como para o tribunal de contas ou defensoria pública”, explicou.

Crie um planejamento de estudos

Ter um guia de estudo é fundamental para orientar e organizar o conteúdo, podendo ele ser personalizado, com enfoque nas disciplinas que o edital pede. Outro fator importante é escolher uma fonte de estudos. Neste passo, Ribeiro destaca dois critérios importantes.

O primeiro é a identificação da melhor forma de estudo, seja ela vídeo aula, cursinho ou livros e apostilas. Entretanto, é importante analisar se esse método contém o conteúdo necessário para o processo seletivo escolhido.

Já o segundo é a definição de um cronograma para determinar a frequência que cada disciplina deve ser estudada, além de organizar as revisões, que segundo o especialista, farão toda a diferença na hora da prova.

Invista em sua gestão emocional

Apontado como o pilar mais importante da preparação do candidato, a gestão emocional é de extrema importância para manejar as expectativas na hora da avaliação.

“Costumo repetir um mantra: antes de fazê-la, a prova é a coisa mais importante, mas na hora, ela é só mais uma prova. Já vi pessoas passarem sem planejamento e tendo estudado pouco, mas sem gestão emocional acho bem difícil”, ressalta Victor.
semestre"

Maximize o seu aprendizado

Atualmente, conteúdos de qualidade vêm sendo elaborados e disponibilizados de diferentes maneiras, não sendo mais um diferencial. O que pode fazer a diferença é a maximização do aprendizado. Ou seja, aprender e memorizar com calma e em tempo reduzido. Desse modo, será possível aprender muito em um terço do tempo de seus concorrentes.

Estudo x Rotina

Compensar o tempo limitado na semana estudando no final de semana pode ser uma alternativa para o candidato, assim como usar o tempo livre e de deslocamento para utilizar outros métodos de estudos mais dinâmicos, como, por exemplo, ouvir áudios de conteúdo ou de revisão dos materiais auxiliares para o aprendizado.

“A maioria dos candidatos não ousa atrasar 10 minutos para bater ponto no emprego do qual ele quer sair. Entretanto, consegue toda desculpa para não estudar para o emprego dos sonhos. São comprometidos com o que querem se livrar e relapsos com o que querem alcançar”, frisa Ribeiro.

Preparação

Por fim, o especialista em concursos públicos explica que na hora da aplicação da prova o que costuma desestabilizar o candidato é a sua própria mente, sendo de extrema importância se acalmar e se concentrar. “Nesse momento você precisa saber que fez por merecer. Não caia na armadilha de pensar que poderia ter estudado mais, pois nesse momento deve confiar e se conectar com todo o seu esforço”.
*Com edição de Flávia Denone

Veja o post original: https://goo.gl/b378z2

image

Por favor, faça o login para curtir, admirar, compartilhar e comentar !
27 dias ago

7 Dicas de estudo para quem tem pouco tempo para estudar

Surgiu um edital que você não esperava e você tem pouco tempo para estudar? Não entre em pânico! A melhor opção nessas situações é otimizar seus estudos, fazendo com que a qualidade do seu aprendizado compense o pouco tempo que tem para se dedicar ao conteúdo.

É sempre bom lembrar-se da necessidade de se organizar, além de, elencar prioridades. Você precisa ter em mente que não se pode desperdiçar o pouco tempo que ainda lhe resta antes da prova. Mas isso não significa deixar de dormir para estudar, pois aí sim será um desperdício, devido à queda de produtividade. O melhor é aproveitar o tempo reservado para estudo ao máximo, assim como o tempo que se gasta diariamente em outras atividades do cotidiano.

Por isso preparamos uma lista com dicas para vocês aprimorar seus estudos e otimizar seu tempo!

1. FAÇA UM ROTEIRO DE ESTUDOS

No momento em que você assimilar o conteúdo que precisará estudar é indicado que você faça um roteiro de estudos para aproveitar a maior parte do tempo. Tenha sempre uma agenda por perto e escreva os detalhes sobre suas aulas e atividades externas. Olhar a agenda lhe dará uma compreensão maior sobre como a semana/mês/semestre será, auxiliando a organização do tempo.

Em seu roteiro faça uma lista detalhada de quais capítulos, conceitos ou ideias pedidos no edital e divida o tempo de acordo com cada conteúdo. Também é indicado que você crie uma agenda para cada conteúdo e antes de iniciar o conteúdo, faça uma síntese do que será estudado naquele momento, após terminar o conteúdo risque da lista e vá para a próxima disciplina, dessa forma você terá uma organização maior nos conteúdos.

2. SAIBA APROVEITAR O TEMPO

Faça um compromisso com si mesmo, de que quando você sentar para estudar você realmente encare como se fosse uma aula real, utilize o tempo com seriedade desligando o celular e usando a internet somente para pesquisar ou esclarecer dúvidas, pois com os aparelhos eletrônicos por perto é mais fácil perder a concentração com alguma mensagem ou ligação. Outra boa dica é que você opte por estudar sempre no mesmo horário do dia. Escolha um horário em que seu cérebro esteja mais alerta. Algumas pessoas gostam de estudar os materiais após o final da aula, quando o conteúdo ainda se encontra fresco nas mentes. Outros preferem descansar a mente antes de revisar o conteúdo.

3. FAÇA PROVAS PASSADAS

Parece uma dica lógica, mas muitos concurseiros acabam esquecendo da necessidade de praticar o que está aprendendo. A melhor maneira de revisar o conteúdo e também descobrir pontos em que precisa reforçar a matéria é fazendo provas antigas, de preferência da mesma banca do atual concurso que você irá prestar.

Por isso, deixe selecionadas questões sobre o que você está estudando e regularmente veja essas questões e as responda. Isso irá te ajudar a colocar em prática o que aprende. Esse tipo de exercício também é excelente para avaliar seu conhecimento e saber se você está realmente aprendendo o que está estudando. Caso você perceba que não está acertando, pode ser um momento de reforçar os estudos naquele conteúdo.

4. COMECE A ESTUDAR

Escolha o ambiente para as horas de estudo bem o conteúdo. certo. É necessário ter um lugar tranquilo, iluminado e sem perturbações para poder absorver a disciplina. Escolher o ambiente correto significa selecionar um lugar onde você se sinta “localizado” e livre de distrações. Evite ficar perto de uma televisão ou ir a lugares onde pessoas estejam se conversando e rindo. Se estiver estudando no quarto, feche a porta e procure não estudar na cama, pois a tendência é que dê sonolência.

Atente-se que o momento do dia em que você estuda é tão importante quanto o ambiente. Caso você seja alguém que acorda cedo e acha melhor estudar na manhã, maximize seu tempo de estudo matinal. Caso você seja uma pessoa da noite, deixe para o fim do dia.

5. TENHA CALMA

É difícil manter a calma quando se está perto de prestar as provas do tão esperando concurso, no entanto manter a calma é fundamental. Faça intervalos durante os estudos, pois descansar é tão importante quanto focar nos estudos. A mente trabalha melhor quando você faz uma pausa a cada 25 minutos de estudo, pause 5.

Essa técnica ajuda a absorver a matéria e relaxar, fazendo com que sua mente se sinta renovada para mais estudos. Lembre-se também de fazer alguma atividade física, uma simples caminhada já é o suficiente, o importante é que o corpo se movimente, assim você ficará mais alerta e contribuirá para que corpo e olhos se ajustem depois do tempo excessivo concentrado em um único ponto. Não se esqueça de comer, mesmo que os lanches o ajudem a encarar uma sessão rigorosa de estudos, não pule refeições para estudar mais. Faça uma pausa para comer um lanche saudável ou alimentos que lhe deem energia!

6. ESCREVA PARA NÃO ESQUECER

Uma boa técnica para fixar o conteúdo é escrevendo os principais tópicos do assunto, como um esquema com palavras chaves que ajudam a lembrar a matéria. Pois a escrita desenvolve a criatividade e a expressão pessoal, contribuindo para o raciocínio cognitivo. Por isso, se você está estudando você precisa escrever bastante. Resumos, mapas mentais, grifos, anotações em livros, esquemas coloridos e até mesmo desenhos que lembrem o conteúdo são uma excelente técnica de memorização. Quanto maior a escrita, mais fácil será o aprendizado, então sempre que puder, escreva!

7. MANTENHA SUA MOTIVAÇÃO

Não existe estímulo maior do que pensar no objetivo alcançado. Se imagine no dia da sua aprovação, depois na nomeação e até mesmo exercendo a função. Se mantenha focado em seu objetivo e não desista, toda vez que se sentir cansado, lembre-se do porque deseja a aprovação e continue!

Veja o post original: https://goo.gl/jL2gdA

7 Dicas de estudo para quem tem pouco tempo para estudar

7 Dicas de estudo para quem tem pouco tempo para estudar

preparamos uma lista com dicas para vocês aprimorar seus estudos e otimizar seu tempo!
goo.gl

Por favor, faça o login para curtir, admirar, compartilhar e comentar !
27 dias ago

5 Dicas para se dar bem no curso EAD.

Já se foi o tempo em que a gente chamava cursos de graduação e pós-graduação a distância, os famosos EAD, de tendência. Os cursos que podem ser feitos em casa são realidade no universo dos estudos e possibilitam que milhares de brasileiros estudem e conquistem sua graduação sem precisar sair de casa.


Além de uma excelente alternativa para quem tem dificuldade para se deslocar, o curso EAD também se transforma em uma ótima opção os que precisam se qualificar, mas, pela correria do dia a dia, não conseguem ir até a faculdade. Seja para cuidar da família ou até mesmo por conta do trabalho, cumprir uma rotina de estudos é sempre desgastante e requer dedicação.

Pensando nisso, listamos dicas importantes para você, que procura um curso EAD mas ainda está em dúvida se vai conseguir dar conta da rotina ou até mesmo se vale a pena investir em em um formato diferente do habitual.

1 – Estudar a distância exige disciplina
Se você escolheu um curso a distância pensando que vai precisar estudar menos, já vamos adiantar para você que este é o caminho errado. Estudar a distância exige mais disciplina e dedicação do que os cursos presenciais, afinal, é você quem define sua rotina de estudos e exercícios. Em resumo, o sucesso no curso depende da dedicação nos estudos e principalmente da sua disciplina. Quem não se organiza acaba se perdendo nas aulas e exercícios e desiste da graduação, mesmo investindo na matrícula e na mensalidade.

Não seja um dos desistentes, faça um planejamento de estudos, organize-se para acompanhar as aulas e siga em frente!

2 – Traga o virtual para o real
Mas se eu escolhi o virtual, porque vocês querem me tirar deste ambiente? Fique tranquilo que a gente explica para você! Quando se inicia uma aventura na educação, seja ela uma graduação, seja uma pós-graduação, é recomendável que você explore todas as experiências possíveis. Na escola, por exemplo, você tinha amigos. Certo? Muitas vezes, quando as aulas não agradavam ou as dúvidas surgiam, seus amigos ajudavam. Além disso, quando estudamos, nossos amigos fazem o tempo passar mais rápido e tornam a experiência ainda mais enriquecedora.

Por isso, sempre que possível, se relacione com outros alunos. Se tiver uma turma do seu bairro ou cidade fazendo o mesmo curso que você, organizem um grupo de estudos, se relacione com eles dentro e fora do ambiente do EAD.

Viver intensamente a experiência da graduação fará você aprender mais e se divertir durante esse processo.

3 – Faça sempre mais
Você está investindo seu tempo e dinheiro em um curso com o objetivo de aprender e ganhar novas oportunidades profissionais. Certo? Então, por que não aproveitar tudo que o curso oferece? Dizemos isso porque muitos fazem apenas as aulas e avaliações, mas não aproveitam os plantões de dúvida, as aulas extras e demais conteúdos.

Aproveite tudo que puder! Faça sempre mais que o necessário para completar o curso. Quem mergulha no ambiente do curso aprende mais e consegue enxergar as reais oportunidades oferecidas, tanto no ensino quanto no mercado de trabalho.

4 – Um bom ambiente para estudar é fundamental
Já dissemos nessa lista de dicas que é preciso ter disciplina para encarar um curso EAD. Este item é um fator que complementa e faz toda a diferença na sua rotina de estudos. Não basta organizar apenas os horários, organize também ambiente tranquilo para assistir às aulas e estudar. Procure em sua casa um local bem iluminado, com boa conexão de internet e com espaço para que você possa ficar tranquilo enquanto assiste às aulas.

Um ambiente convidativo aos estudos ajuda no entendimento da aula, melhora o desempenho do aluno e tira muito daquela sensação de cansaço que muitas pessoas têm durante a aula e pode ser causada pelo ambiente escolhido ou até mesmo pelo barulho, que gera perda de concentração.

Quem tem dificuldade para criar esse ambiente em casa, a dica é procurar escolas e bibliotecas próximas que oferecem ambientes de estudo. Lá, você poderá ter a tranquilidade que tanto procura.

5 – Procrastinação: sua maior rival
Com tantos vídeos de gatinhos fofos na internet, como é possível focar nos estudos? Acredite, este é o seu maior desafio nos estudos a distância. Aquele amigo que te chama no Facebook, o vídeo do YouTube que todo mundo está falando. Quando a gente abre o computador, as distrações são incontáveis e manter o foco vira uma missão quase impossível.

É quando aparece sua maior inimiga, a procrastinação. Ela vai tentar te levar para qualquer lugar que não seja o de estudar e você precisa lutar bravamente contra isso.

Para vencer esse combate, você precisa eliminar as distrações na hora de estudar. Isso significa fechar todas as abas do navegador com conteúdos que não sejam relacionados à aula, colocar o celular no modo silencioso e só atender ligações em caso de emergência.

Encare o ambiente de estudos como uma sala de aula presencial, onde o foco é a matéria. Só assim você vai vencer a luta diária contra a procrastinação.

Agora que você está preparado para ingressar na sua pós-graduação a distância, chegou a hora de pesquisar cursos e instituições.

A UCDB Virtual oferece opções de cursos EAD em diversas áreas, além da tradição e credibilidade da Universidade Católica Dom Bosco. Os cursos são desenvolvidos por professores antenados nas novidades e no mercado de trabalho em uma plataforma super intuitiva para você explorar tudo que os cursos podem oferecer.

Veja o post original: https://goo.gl/4eXxWu

image

Por favor, faça o login para curtir, admirar, compartilhar e comentar !
27 dias ago

SEIS DICAS DE ESTUDO BASEADAS NA CIÊNCIA

Qual a melhor maneira de aproveitar o momento de estudo e aprender? Como se preparar para provas? A ciência pode ajudar a responder a estas perguntas. Confira algumas dicas de estudo baseadas em evidências para dar um gás no seu aprendizado!

1. Minimize distrações

O melhor modo de manter a atenção é minimizar as distrações do entorno. Televisão, redes sociais e telefones não devem fazer parte do momento de estudo. A multitarefa também deve ser evitada. Embora muita gente jure que consegue fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo, a ciência mostra que não é bem assim. A multitarefa ativa redes inibitórias do cérebro, o que sugere que o cérebro na verdade fica mudando de uma tarefa para outra em vez de realiza-las simultaneamente. estudos também já demonstram que a multitarefa crônica compromete a memória de longo prazo e a memória de trabalho (de curto prazo).

Dica para professores: Estabeleça regras sobre o uso da tecnologia em sala de aula, encoraje os alunos a focar uma tarefa por vez.

2. Faça testes e repetições

Fazer testes e quizzes ou se forçar a relembrar informações ajuda mais na formação de memória do que simplesmente rever suas anotações. Uma pesquisa feita com estudantes universitários, por exemplo, mostrou que eles iam melhor no aprendizado de uma língua estrangeira quando eram testados, sugerindo que a formação de memória de longo prazo ocorre em situações de repetição forçada.

Dica para professores: disponibilize quizzes e ferramentas de testes para os alunos


3. Espalhe o aprendizado

Os benefícios de espaçar o aprendizado têm sido observados em estudantes de pré-escola a universidade. Para retenção de memória de longo prazo, espaçar as sessões de estudo é mais eficaz que um só sessão de longa duração. Revisar os conteúdos regularmente funciona, seja diariamente ou semanalmente.

Dica para professores: Reveja os tópicos de estudo periodicamente com seus alunos


4. Misture as coisas

Uma forma tradicional de estudo é ensinar habilidades sequencialmente e não passar para um próximo tópico antes de ter aprendido o anterior. Mas já é sabido que misturar a prática de várias habilidades intercaladas pode melhorar o desempenho a longo prazo. “Intervalar” habilidades pode melhorar o aprendizado.

Dica para professores: Intercale soluções passo a passo com exercícios de resolução de problemas ou passe material de revisão que combine perguntas sobre tópicos variados.


5. Combine fala e imagens


As centros visual e auditivo do cérebro estão localizados em regiões distintas e são ativados separadamente quando ouvimos palavras e vemos imagens. Embora a multitarefa seja prejudicial ao aprendizado, pesquisas têm indicado que processar simultaneamente imagens e palavras ouvidas não é ruim. O mesmo não vale para imagens e textos: quando você tenta ouvir alguém ao mesmo tempo que lê um texto não correlacionado, nenhum dos dois é bem entendido.

Dica para professores: Use imagens relevantes e apresentações visuais.


6. Use histórias


A memória de conceitos abstratos pode ser reforçada por exemplos concretos e histórias.Depois de formar uma memória, precisamos consolidá-la e fazê-la durar. Isso é mais fácil quando há um contexto à informação aprendida. Por isso usar dispositivos mnemônicos (truques e ferramentas que ajudam a lembrar) é útil nos estudos.


Mnemônicos e histórias ajudam a formar associações entre o conteúdo que você quer lembrar e a história que você sabe. Essas associações são caminhos neurais formados por sinapses. Quando você pensa em uma história ou em um mnemônico, você recuperar esse conteúdo mais facilmente.


Um exemplo se mnemônico é a frase “Minha Vó Traga Meu Jantar, Sopa Uva e Nozes”, usada para recordar a ordem dos planetas do sistema solar. Histórias pessoais relacionadas ao conteúdo também ajudam a memória. Se você estuda medicina, por exemplo, é provável que lembre mais sobre uma doença que afetou algum parente seu ou alguém próximo. Uma história pessoal contextualiza a memória.

Dica para professores: Dê contexto aos conteúdos, use exemplos reais e histórias relacionadas.

Veja o post original: https://goo.gl/TWjpKA

image

Por favor, faça o login para curtir, admirar, compartilhar e comentar !
27 dias ago

4 Áreas promissoras para quem faz Biologia

Se você adora biologia mas ainda tem dúvidas se esta é a escolha certa para o vestibular, a gente vai te dar uma força. Muita gente pensa que o ingresso na Faculdade de Biologia está diretamente relacionado com um futuro na carreira acadêmica, mas não é só disso que vivem os profissionais da área.


Com a crescente preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade, quem faz um curso de biologia conta com um campo de trabalho promissor, com novas oportunidades de carreira para os que se aventuram no estudo das formas de vida do nosso planeta.

Pensando nisso, listamos algumas das áreas e profissões voltadas para quem é formado em biologia, algumas mais tradicionais, e outras que você nem imaginava que possuem relação direta com a área.

4 áreas de trabalho para quem faz faculdade de biologia:

1 – Laboratório, biotecnologia e genética

Inovação, pesquisa e tecnologia, todas juntas e misturadas em laboratórios que mais parecem filmes. Muitos podem não saber, mas profissionais de biologia são muito requisitados em laboratórios e são responsáveis pelo estudo dos organismos para entender mais sobre sua genética. É através desses estudos que são descobertos novos tratamentos para doenças e análises detalhadas de comportamentos de seres vivos, o que pode resultar em grandes descobertas para a saúde e a natureza.

Pesquisas para melhorar geneticamente os seres vivos, para que eles possam se adaptar às novas situações de clima, local e temperatura, analisar microorganismos para produzir novos remédios, essas são apenas algumas das atribuições de biólogos que escolheram o caminho da pesquisa e dos laboratórios como profissão!

2 – ONG’s e instituições voltadas para o Meio Ambiente

Trabalhar em prol da natureza e da preservação de nosso planeta. Acredite, esta é uma das áreas mais requisitadas para biólogos no mercado de trabalho. Trabalhar na conservação de espécies em reservas ecológicas, administrar, fiscalizar e gerenciar parques, trabalhar em programas de preservação ambiental fazendo análises sobre a população animal e vegetal de locais específicos do planeta, trabalhando diariamente para diminuir o impacto humano no meio ambiente.

Estas são missões para biólogos que realmente amam a natureza e que, muitas vezes, precisam estar dispostos a viajar para lugares distantes dos centros urbanos para morar ou passar grandes períodos de trabalho com pesquisa.

E você, conseguiria encarar um desafio desses?

3 – Bioinformática

Nem só de natureza vive a biologia. Biólogos trabalham com computadores, sim! Se você adora a área, mas tem um perfil menos aventureiro e prefere a parte de análise e dados, a bioinformática é o campo perfeito para você.

Em plena ascensão, a bioinformática é responsável pela análise de dados relacionados a funções biológicas e genéticas, a partir de softwares complexos que envolvem análise de dados, matemática, física, química, estatística, biologia molecular e engenharia da computação.

Graças a pesquisas e combinações analisadas na área de bioinformática, novos remédios são descobertos, e as principais inovações genéticas acontecem.

Por isso, se você tem grande capacidade analítica e paixão pela biologia, seu lugar pode ser nesse mercado! Universidades e Centros de pesquisa, além da indústria farmacêutica buscam profissionais da área para reforçar seus times de pesquisas e desenvolvimento.

4 – Indústria alimentícia

Sabe tudo isso que a gente falou sobre pesquisa de laboratórios, genética e bioinformática? Tudo isso pode ser utilizado em uma das funções mais nobres da humanidade: criar novas gordices para as pessoas comerem!

Pouca gente sabe, mas a demanda por biólogos na indústria alimentícia é grande, eles são responsáveis pela análise e desenvolvimento de novos alimentos, além de contribuir para a criação de novas técnicas de conservação e armazenamento de comida.

O conhecimento da natureza e dos seres vivos são fundamentais para a indústria de alimentos, que tem como objetivo alimentar boa parte dos seres vivos do planeta.

O trabalho na indústria alimentícia pode ser uma aventura inusitada e cheia de novidades em um mercado sempre promissor.

Empolgado com as novas possibilidades que o mercado oferece para quem faz faculdade de biologia? Para estar preparado para os novos postos de trabalho, é preciso escolher uma universidade que está sempre antenada às novidades e oportunidades que o mercado oferece.

Veja agora mesmo: https://goo.gl/wKSsPV

image

Por favor, faça o login para curtir, admirar, compartilhar e comentar !
  • 5 Membros
  • Público
  • Dicas de estudos
  • 108 Postagens
  • Sobre
  • Coletânea de artigos e dicas de estudos mais compartilhados nas redes sociais.